CCBS participou da XVIII Mostra PUC com atendimentos e palestras

Por Thays Vianna

A Mostra PUC deste ano contou mais uma vez com a participação do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde realizando orientações médicas gratuitas e palestras. Professores e alunos da Escola Médica de Pós-Graduação realizaram 102 atendimentos O número superou as expectativas da equipe organizadora, pois foi o primeiro ano que os atendimentos foram realizados na Casa da Medicina e não nos pilotis da universidade, como acontecia tradicionalmente. A mudança do local aconteceu porque o ambulatório da Escola Médica foi inaugurado recentemente e os médicos aproveitaram a estrutura.

As palestras contaram com a participação da equipe do Laboratório de BioDesign e do Instituto de Odontologia (IOPUC), além dos professores da Escola Médica. O Professor Luciano Oliveira, coordenador do curso de especialização em Implantodontia, falou sobre “Atualidades sobre implantes dentários”.

O professor Jorge Lopes, coordenador do Laboratório de BioDesign, falou junto com o Prof. Bruno Azevedo sobre a multidisciplinaridade aplicada à Medicina. Eles apresentaram os avanços que têm sido obtidos através de pesquisas que englobam diversas áreas do conhecimento, como: engenharia, informática, medicina e design. A utilização e o desenvolvimento de novas tecnologias nas pesquisas sobre cardiologia e medicina fetal tem proporcionado descobertas significativas que já estão sendo aplicadas em cirurgias. 

O Prof. Ivo Pitanguy também falou sobre a importância social da Cirurgia Plástica e o Prof. Hilton Koch, decano do CCBS, encerrou o ciclo de palestras contando a história da criação da Faculdade de Medicina da PUC-Rio que está em desenvolvimento.

 Prof. Mauro Pena

Prof. Mauro Pena

O professor Mauro Pena, Fisiatra e organizador da participação do CCBS na XVIII Mostra PUC, também realizou atendimentos dando orientações sobre postura, coluna e prescrições de fisioterapia ou terapia ocupacional, quando necessárias. O professor afirmou que a realização dos atendimentos no Ambulatório e não mais nos pilotis da universidade diminuiu o número de atendimentos, porém foi essencial para a apresentação da nova estrutura. “Algumas especialidades como Endocrinologia e Cirurgia Plástica, por exemplo, foram as mais procuradas, mas todos os atendimentos foram um sucesso”, afirmou Pena.